Está aqui

Cascais: Munícipes estão a reciclar cada vez mais resíduos

Cascais enviou mais resíduos para reciclagem em 2016. No último ano a Cascais Ambiente recolheu 2,2 mil toneladas de resíduos recicláveis, um aumento de mais de 4 por cento face a 2015.

As embalagens de plástico, metal e embalagens de cartão para alimentos líquidos (ECAL) são os resíduos que mais contribuíram para este resultado.

Relativamente à reciclagem de papel e cartão foram recolhidas 4,1 mil toneladas, um aumento face ao ano anterior de 3,75 por cento. A recolha de vidro representa um aumento mais ligeiro de 1, 7 por cento, tendo sido enviadas para reciclagem cerca de 3,1 mil toneladas.

Em termos globais, a Cascais Ambiente recolheu mais de 133,5 mil toneladas de resíduos urbanos em 2016. A maior fatia pertence à tipologia de resíduos urbanos indiferenciados, com 87,7 mil toneladas, representando um aumento de cerca de 3,9% face aos números verificados em 2015.

Os resíduos provenientes de cortes de jardim constituem a segunda fatia mais representativa, com 24 mil toneladas (mais 4,2% relativamente ao ano anterior). O maior crescimento verificou-se na recolha de objetos de grandes dimensões, usualmente designados por “monstros”, com um total de 3,2 mil toneladas, ou seja, mais 16% do que o registado em 2015.

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais